“Igualdade, agora até na dor” por Provador da Sábado

“Livia: igualdade, agora até na dor”

Esta semana foi publicado na revista Sábado, na secção Provador, um artigo de Rita Bertrand que nos diz muito. Trata-se de mais um testemunho surpreendente sobre os efeitos que o Livia pode trazer à vida das mulheres.

“A emancipação trouxe direitos iguais, mas não conseguiu mudar a natureza: as dores menstruais ainda afectam muitas mulheres. O novo Livia promete acabar com elas… e sem comprimidos! Não é que cumpre?

(…)

Tudo o que se sente é um formigueiro (muito ligeiro ou mais intenso, conforme a potência escolhida) e a dor é bloqueada por completo, não chegando ao cérebro: não se sente, portanto, é como se não existisse.

Ainda por cima é mais rápido e eficaz do que os comprimidos- a mim, bastaram-me duas horas de estimulação (10 horas é o tempo máximo de uso aconselhável) para não ter nem uma dor durante todos os dias de fluxo – e não foi acaso, um daqueles meses melhores, que a natureza nos dá sem razão aparente: já experimentei o Livia três vezes, uma delas em pleno Natal, que é quadra que, a mim, costuma potenciar todas as dores. Milagre? Não: ciência que melhora a vida. (…) – mas lá que funciona… funciona.”

Leia na integra todo o testemunho da Rita Bertrand,  que nos relata como “vivia” as dores menstruais e como encontrou a solução para se sentir livre delas.

http://www.sabado.pt/gps/style/shopping/detalhe/livia-igualdade-agora-ate-na-dor



Deixe uma resposta